Espiritismo

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Um médico de apenas 6 anos de idade.‏

Quem vê esta foto logo pensa que se trata de uma apresentação teatral infantil ou coisa parecida. Mas não é bem isso.
No artigo de hoje veremos o caso desse menininho mexicano, de seis anos de idade, que faz palestras sobre osteoporose e outra diversidade de temas médicos.
Descrição: http://educarc.blogcindario.com/ficheros/images/maximilianoarellano.jpg
Em verdade tudo aconteceu de forma instrutiva e peculiar. O menino mexicano, Maximiliano Arellano, falou, por 45 minutos, para um público composto por médicos e profissionais de saúde da Universidade Autônoma do México.
O tema é incomum para a sua idade, pois discorreu sobre Osteoporose.
Descrição: http://www.spiegel.de/img/0%2c1020%2c618435%2c00.jpg
Descrição: http://bp2.blogger.com/_CkVsANG7xdw/RpNkYSaU-7I/AAAAAAAAAiI/VNwZXkauOwQ/s400/Clipboard0max.jpg
Como não tinha um púlpito para sua altura, foi improvisada uma cadeira para que ele atingisse o microfone.
Sua mãe, a Sra. Alejandra de Noé, conta que, desde os dois anos, seu filho demonstrou conhecimento da ciência médica, já tendo realizado palestra, até sobre Anatomia Cardiovascular.
Descrição: http://u.univision.com/contentroot/uol/art/images/noticias/lat/2006/04/pa_nino_prodigio_4.jpg
Sua mãe esclarece que ele tem seus passatempos como uma criança normal, como brincar com videogame, fazer natação, etc.
O Diretor da citada Faculdade de Medicina, Roberto Camacho, disse que Maximiliano fala de fisiopatologia com um linguajar de um residente. Por isto está em estudo uma forma de poder introduzi-lo naquela instituição.
Descrição: http://verdadeabsoluta.net/wp-content/uploads/2006/05/max.jpg
.
.
Para a Doutrina Espírita, o conhecimento de Maximiliano pela medicina, tão precocemente, demonstra que ele o adquiriu em vidas pregressas e, nesta vida, aflorou na infância. É a única explicação, muito lógica, aliás, para esse fato.
Percebe-se que Maximiliano dá pouca importância para sua memória precoce, pois revela ser um espírito desprendido. Ele afirmou que, quando crescer, quer ser médico, para diminuir as dores das pessoas.
Descrição: http://i.esmas.com/image/0/000/004/864/nino3_NT_.jpg
Ao analisarmos um caso como este, percebe-se que a memória humana é extra cerebral; portanto independe completamente do cérebro.
Descrição: http://actualidad.terra.es/addon/img/actualidad/99fde7maxip.jpg
Quando perece o corpo físico, o Espírito, que é imortal, liberta-se, íntegro, levando portando, suas aquisições intelectuais e morais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário